Blog

Festa Solene

FESTA DA CRUZ GLORIOSA

AS APARIÇÕES DE DOZULÉ NA FRANÇA

PRIMEIRA APARIÇÃO: A CRUZ DO SENHOR

Terça feira, 28 de março de 1972, às 4:35 da madrugada

Eis a terça-feira da semana santa de 1972.

Meu marido saía para trabalhar às 4:30 da madrugada. Como na véspera e nos dias precedentes, me levantei, desci para fechar a porta que saiu; subi de novo, abri a janela. O céu estava encoberto por densas nuvens que corriam rapidamente do noroeste para o sudeste. Havia uma grande ventania. Olhava o céu, para as nuvens densas que corriam. Me aprontava para rezar a oração à Santíssima Trindade. Ainda não tinha pronunciado a primeira palavra. De repente, avistei ao longe, no horizonte, uma claridade deslumbrante. Ela iluminava todo o horizonte como quando há um relâmpago durante um temporal. Mas, tal claridade permanecia, enquanto que o relâmpago dura apenas um segundo.

Tive medo. Encostei a janela e voltei a me deitar. Cobri meu rosto para não ver nada. Depois de mais ou menos 8 a 10 minutos, me ergui na minha cama. Não havia mais claridade na janela. Então me levantei e voltei para a janela, não havia absolutamente nada.

Pouco depois, novamente, vi algo que se formava no Céu, no lugar onde recém tinha visto aquela claridade. Tudo se formava no mesmo instante, eis como:

A base, os braços, o alto, se formavam juntos, devagar, se juntavam no meio da Cruz.

Quando esta Cruz foi feita, era imensa, maravilhosa, mais brilhante que o dia, muito simples, muito reta. Era impressionante, mas maravilhosamente bela, doce para olhar, e contudo, tinha uma claridade fascinante.

Oh! Como estava bela sobre a pequena colina(Haut-but) em frente de casa, na terça feira 28 de Março entre 4:30 e 4:50 da madrugada! Havia somente a Cruz. Cristo ali não estava. Depois de alguns segundos, ouvi estas 3 palavras:

“ECCE CRUCEM DOMINI”(1)

Estas 3 palavras ecoaram como dentro de uma igreja. Ressoavam, eram sonoras. Me parecia que eram dirigidas ao mundo inteiro e que o nosso globo teria tremido ao som daquela voz grave.

Esta imensa Cruz e esta voz grave no meio da noite eram impressionantes. Fiz então o sinal da cruz. A maravilhosa Cruz estava presente diante de mim, imensa e bela. Oh! Como estava formosa com sua luminosidade! Nunca tinha visto nada de tão bonito e luminoso.

Ouvi depois alguém que falava ao meu lado. Essa voz era tão doce; ser algum nesta terra nunca me falou tão lentamente, tão docemente. Pensei que era Jesus. ouvi:

“Fareis conhecer esta Cruz e a carregareis”

De novo mais alguns segundo e tudo desapareceu de repente.

(1)”Eis a Cruz do Senhor, fugi, potência inimigas” (SL 67)

SEXTA FEIRA, 28 DE MARÇO DE 1975 – na igreja paroquial de Dozulé

Volto então na igreja de noite, às 20:30. Havia mais ou menos 50 pessoas reunidas no interior da igreja para participar da celebração da Paixão. De repente, do meu lugar, avisto a Luz, tal como surge antes de cada aparição, não no tabernáculo do altar-mor, mas no fundo da igreja- onde se encontra nesta sexta-feira santa a Eucaristia- em um outro sacrário.

O Senhor apresentou-se como de costume, as mãos estendidas para mim. ajoelhei-me, e ele me disse:

“Dizei-lhes isto(o que repeti em voz alta): Sabei que Jesus de Nazaré triunfou da morte, que Seu Reino é eterno, e que Ele vem para vencer o mundo e o tempo”

Experimentei uma grande alegria; sentia que o Senhor dominava a terra. Me parecia que vinha em poder e glória, pois a bola que estava debaixo de seus pés era a terra. Depois me disse estas palavras que repeti alto:

“É pela Cruz Gloriosa, que Madalena viu neste dia há 3 anos atrás, é pela Cruz Gloriosa, que é o sinal do Filho do Homem, que o mundo será salvo. Jesus que neste momento está em nossa presença, pede que sigais todos em procissão ao lugar onde a Cruz gloriosa apareceu. Ide ali arrepender-vos, onde encontrareis a paz e a alegria. Jesus pede que cada ano ali seja celebrada uma festa solene, neste dia”.

“Notum fecit Dominus a Magdalena Salutare Suum

Tradução: “O Senhor fez conhecer por Madalena Sua salvação”

É UMA FESTA SOLENE, É UM DECRETO PERPÉTUO

Terça-Feira, 11 de Março de 1997

“J.N.S.R.”:

Senhor, eu escuto-Vos de todo o meu coração.

JESUS:

 

Escuta, Minha filha: em breve estareis todos reunidos, como Eu vo-lo prometi. Em breve os próprios rios cantarão a Minha Alegria. Minha amada, acredita nesta Felicidade; esperai todos no Meu próximo Regresso, muito próximo porque o Senhor está, como vós, impaciente por vos estreitar ao Seu Sagrado Coração.

SIM, um tumor está em vias de rebentar e ainda dói, mas já não pode resistir, porque depressa todo o mal será afastado da Terra. Toda a Terra será curada para sempre. Que felicidade ver tudo reflorescer pela Pureza de Deus, tudo renascer pelo Amor do Altíssimo.

Hossana! Deus vem uma vez mais. As palmas agitam-se. Eles gritam todos:

“Hossana ao Filho de davi! Bendito Aquele que vem em Nome do Senhor. Glória a Deus no mais alto dos Céus!”.

O rei virá à Sua Nova Jerusalém, não já montado num burrinho, mas anunciado pela Sua Cruz de Glória, que iluminará todos os céus e a Terra, que beneficiará também da Sua Divina Luz.

Eu vejo-vos a todos ativos como uma colmeia, todos a trabalhar pela mesma construção; o enxame é unido e todos vós preparais já, no vosso coração, a Vinda do Reino de Deus. Eis que já unis o vosso trabalho, reunis todas as vossas forças e o vosso saber, para que desde já apareçam as primícias da Nova Vida em Deus.

Ó Cruz erguida no mundo! Cantai juntos, todos unidos, o Hino a Deus de Misericórdia e de Amor, porque Ele vem, o Nosso Bem-Amado, para vos dizer que o Tempo que nos separou d’Ele foi um Tempo de amargura, como as ervas que comeram os Israelitas na festa de Javé, em memória da Salvação trazida por Deus ao Seu Povo, no primeiro mês que se chamava Abib ou Nissân.

Este Povo, que festejou a saída do Egito, no dia 14 desse mês, em que eles comiam de pé, esse mês, que será o primeiro mês do ano para o Povo Judeu – e para nós – esse mesmo dia que Deus, Nosso Pai, escolheu para nos fazer sair, também a nós, da escravatura do pecado, pela Santa Cruz Gloriosa, aparecida a Madalena, no dia 28 de Março de 1972, que é também o 14 Nissân do nosso século.

Sim, o vosso pão está sem fermento. Sim, o cordeirinho está sem o seu sangue, mas vem marcar-vos sobre as frontes e nenhuma gota será desperdiçada, porque a Páscoa Judaica é um Sinal memorável para todas as gerações e vós mesmos a festejareis!

A Moisés, Deus diz: “É um decreto perpétuo “.

Deus diz em Dozulé: “Ide todos em procissão à região em que a Cruz Gloriosa apareceu; ide lá arrepender-vos: lá encontrareis a Paz e a Alegria. JESUS pede que seja lá celebrada todos os anos uma Festa solene, neste dia 28 de Março.

“Notum fecit Dominus a Magdalena Salutare Suum “,

o que quer dizer: “O Senhor fez conhecer por Madalena a Sua Salvação;

era, na Igreja de Dozulé, Sexta-Feira Santa, 28 de Março de 1975, do Ano Santo 1975.

Eis, Minha filha, o que Eu te peço que repitas ao Meu Povo, ele que, hoje mesmo, continua a atravessar o deserto árido. O Povo Judaico, dirigido por Moisés, levou quarenta anos para encontrar a Terra Prometida. E vós, vós multiplicastes por 50 esse Tempo de amargura: e eis que vos aproximais agora, depois de dois mil anos passados no deserto, em que perdestes mesmo o vosso nome de filhos de Deus!… Ireis levantar agora as vossas tendas e atravessar o último rio que vos separa ainda de Mim?

Povo de Deus, Eu Mesmo vos farei atravessar o Jordão e abaterei os muros de Jerico.

Hoje, será pela Minha Cruz que passareis para a outra margem e que os muros cairão…

e que os homens se reunirão entre si, para virem, todos reunidos, à Minha Santa Cruz Gloriosa, em que Eu vos espero. Amen.
Eu sou a Ressurreição e a Vida, Amen.

“Aquele que ajuda uma
obra de evangelização
tem méritos de
evangelizador”

(Papa São Paulo VI)

Categorias

> Categoria

> Categoria

> Categoria

> Categoria

> Categoria

> Categoria

Dozulé e a Igreja

REFLEXÃO NA MENSAGEM DE DOZULÉ QUADRAGÉSIMA OITAVA APARIÇÃO:O JULGAMENTO, A NOVA JERUSALÉM Sexta...

Dozulé e a Grande Evangelização

VIGÉSIMA NONA APARIÇÃO: A MISSÃO DE EVANGELIZAÇÃO PELA MENSAGEM Sexta feira, 11 de abril de 1975,...

A Mensagem

A CRUZ GLORIOSA: SINAL DO FILHO DO HOMEM NOTA: Esse dossiê que aqui será apresentado, foi...

Significado Logomarca

VISÃO Sábado, 10 de Abril de 1999 JESUS: A Minha Igreja, sim, tu o disseste, é o Meu Chefe...